REGISTAR
ENTRAR

Alimentos incompreendidos

  Posted on   by   No comments

alimentos-incompreendidos_2

Muitas vezes encontro pessoas que temem alimentos saudáveis porque esses alimentos têm, de alguma forma, conseguido angariar más reputações que não se conseguem desfazer.

Aqui estão cinco alimentos “incompreendidos”.

Também os motivos porque os deve consumir, mas com moderação, esta é na realidade o grande segredo, a moderação e a variedade permitem-nos obter todos os nutrientes necessários, mas nunca entre em excessos.


manteiga-amendoinManteiga de amendoim

A má reputação: “É rica em gordura e engorda”.
A verdade: É uma fonte concentrada de calorias mas, ao mesmo tempo, excelente fornecedora de proteínas, ácido fólico e vitamina B, importante para o desenvolvimento saudável de novas células. Por ser muito calórica, não deve exagerar: uma colher (90 calorias) ou duas de sopa de manteiga de amendoim chegam perfeitamente para encontrar o sabor desejado e usufruir de todos os nutrientes.

Como comer: Ver receitas com manteiga de amendoim


ovos

A má reputação: Devem ser excluídos da alimentação de doentes cardíacos pelos elevados níveis de colesterol.
A verdade: Estudos recentes apontam para a maior importância das gorduras saturadas para o aumento do colesterol sanguíneo do que os próprios alimentos ricos em colesterol. Os ovos, quando enquadrados numa dieta equilibrada e personalizada às necessidades nutricionais de cada um, são excelentes saciadores de apetite. A par disto, são um óptimo alimento para dietas de perda de peso e desportistas, pela capacidade na manutenção de massa muscular. Além disso, a gema do ovo contém luteína e zeaxantina, compostos associados à redução da degeneração muscular (DMRI), a principal causa de cegueira nas pessoas com mais de 50 anos.

Como comer: Ver receitas com ovos


carneCarne

A má reputação: a carne é cheia de gordura saturada e colesterol, pelo que as pessoas que se preocupam com o seu coração devem evitá-la.
A verdade: A carne magra é uma fonte de baixo teor de gordura e elevado teor de proteína e ferro, um mineral essencial para levar o oxigénio aos pulmões e efectuar o seu transporte até às células do corpo (é, por isso, fundamental a mulheres em idade fértil). São muitas as carnes magras no mercado: filé mignon, picanha, bife da perna, bife do lombo, entre outras. Procurar carne com pouca gordura visível envolvente, também ajuda na sua escolha.

Como comer: Ver receitas com carne


chocolateChocolate

A má reputação: O chocolate tem muita gordura e muito açúcar por isso é mau para a saúde.
A verdade: o chocolate preto contém flavonóides e antioxidantes que ajudam a manter o equilíbrio do sangue com benefícios para a saúde cardiovascular. Outros estudos realizados mais recentemente por pesquisadores na Suíça apontam que comer 25 g de chocolate todos os dias, durante 2 semanas, reduz as hormonas do stress e o cortisol, essencialmente para libertação de energia. Porém, o chocolate é altamente calórico (25 g contêm cerca 235 Kcal) pelo que deve ser consumido no contexto de uma dieta equilibrada.

Como comer: Ver receitas com chocolate


batatasBatatas

A má reputação: As batatas estão classificadas como estando no topo da escala do índice glicémico elevando em excesso os níveis de açúcar no sangue, perigoso essencialmente para diabéticos.
A verdade: As batatas são uma boa fonte de potássio, fibras e vitamina C. A menos que coma uma batata por si só, o seu IG não é relevante. Quando consumida com outros alimentos, como por exemplo o azeite de tempero, a sua absorção (critério de avaliação de IG) é mais retardada.

Como comer: Ver receitas com batatas


De uma forma geral, todos estes alimentos podem ser importantes para uma dieta saudável. Contudo, assim como outros incluídos na Roda dos Alimentos, devem ser enquadrados numa alimentação equilibrada e adequada às necessidades individuais.

Share on FacebookShare on Google+Pin on PinterestTweet about this on TwitterShare on LinkedIn
Share on FacebookShare on Google+Pin on PinterestTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Author: João Pinheiro

Coração filho da Ria Formosa gosto de apanhar, cozinhar e comer marisco.

"A melhor maneira de ajudar os outros é provar-lhes que eles são capazes de pensar."